Hoje eu vi a sua foto numa banca de jornal
E nas formas do seu corpo tão escultural
Viajei fiquei sonhando desejando ter voce
Pra mim
Derrepente parou tanta gente pra te admirar
Foram tantos comentarios nem é bom falar
Tudo isso despertou dentro de mim
Ciume de voce

Derrepente eu já estava folheando
Aquela revista
Te querendo te amando a primeira vista
Eu confesso se pudesse te arrancava
Do papel

Cada pagina virada era sonho era fantasia
Quanto mais eu te olhava mais eu te queria
Se tocava te sentia me perdia dentro do
Teu céu

Teu corpo em lençois de cetim ascendeu meu desejo
Tua boca molhada pedindo um beijo
Olhar de menina chamando por mim
Te vendo assim tão bonita tão maravilhosa
Tão linda tão meiga tão maliciosa
Pena que é sonho tá chegando
Ao fim.....

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir