Hoje vi uma criança que não sabia brincar
Uma criança sem brinquedo é uma estória sem enredo
Como é triste tanta alegria perder-se em meio a dor...

Ele não quer brincar é café com leite, coringa
Uma criança perde a graça quando vê em sua casa
O dinheiro separar a mãe, o pai e o avô...

Quem é que nunca sonhou com anjos
Voando no céu descobertos
Quem é que sabe quando termina a fantasia
O afã de viver

Desse jeito, imperfeito
Nossa infância bicolateral
Se a casa é de cera
Nossa vida não tem igual

Hoje vou pra rua brincar de esconder, de soltar pipa
Pois uma vida sem alegria é irreal é tão vazia
É estrada de uma via pra dor infinita dor...

Quem é que nunca sonhou com anjos
Voando no céu descobertos
Quem é que sabe quando termina a fantasia
O afã de viver

Desse jeito, imperfeito
Nossa infância bicolateral
Se a casa é de cera
Nossa vida não tem igual

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts