exibições 55

Nova Lenda (Parte 2)

Virgo


Eu sonhei que um dia contaria
A história de uma nova lenda
Contada a mim, minuciosa, que me ateve a mente

É que se juntaram as grandes Deusas
Mães da terra e da bruxaria
Pra fazer grande revelação e exorcizar

Quem me contou disse que viu uma moça
Numa noite fria e esquisita
Numa aura de um tom vermelho de inebriar

Mas, quem contou jurou ver outras moças
Garantiu que não tava sozinha
E com a memória enfeitiçada é ruim de recordar

Será que era Iansã?
Acompanhada do azul de Iemanjá?
Num tom de anil que se perdia ao misturar
Com o manto de Nossa Sra. Aparecida?
Contou-me que Oxum penteava seus cabelos sem parar
E era Afrodite quem nadava em suas águas
E que suas pedras eram leito pra curar
E era seu ouro que cegava os olhos de quem não quisesse acreditar
Que tudo acontecia ali e tava tão óbvio
Que o surdo ouviu o canto delas
E o cego viu que era vermelha a cor do ar

Quem vai chorar por nós? Quem vai interceder se não elas?
Quem vai nos receber lá, depois de todo o açoite aqui na terra?
Onde é o nosso lugar?
É na floresta, na renascença, num quadro antigo, será no céu? Será no mar?
Onde é o nosso lugar?
É na floresta, na renascença, no rio doce, no céu, no mar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog