exibições 2.280
Foto do artista Wander Wildner

Canivetes, Corações E Despedidas

Wander Wildner


Se é pra descansar o rótulo da garrafa de cerveja sobre a mesa
Só pra me irritar e dizer que está tudo bem
Esse perfume arrogante e prepotente sobre o oxigênio não te faz um gênio
Eu não preciso esfregar a garrafa pra saber o que ela tem
E meus três desejos se diluem numa noite estranha e mal temperada
Esse caminho a muito tempo parecia uma grande roubada

Mas como lá fora chove canivetes, corações e despedidas
Eu fico com as bebidas, a janela é minha amiga eu vejo o dia passar
E o ar do esquecimento que preenche o quarto desse hotel barato e fedido
É ouvido a muitas milhas de distância nas esquinas da BR, e nos brechós
E o ar que esse posto de gasolina espalhou na cidade
Me fará voltar e voltar e voltar
Me fará voltar e voltar e voltar

Mas como lá fora chove canivetes, corações e despedidas
Eu fico com as bebidas, a janela é minha amiga eu vejo o dia passar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir