Diz que eu sou incapaz
Inconfiável e confuso
Cruel e mordaz
Sem ambição, obtuso

Diz que eu não passo
de um borra-botas
sem ter nem onde me enterrar
Me julga pelos sapatos
Me beija apesar dos fatos

(Refrão)
Deve ser porque
Quando ninguém vê
Mesmo sem querer
Eu sou perfeito pra você
Deve ser porque
Não presto, pode ver
Quase sem querer
Eu sou o ímpar perfeito pra você

Diz que eu sou mau
Imedicável imaturo
Ardil e anormal
Profano, vil e obscuro

Diz que eu não passo
de um topa-todas
que não chega a nenhum lugar
Despreza o meu pouco estudo
Me beija apesar de tudo

(Refrão)
Deve ser porque
Quando ninguém vê
Mesmo sem querer
Eu sou perfeito pra você
Deve ser porque
Não presto, pode ver
Quase sem querer
Eu sou o ímpar perfeito pra você

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir