Faça login para habilitar sua assinatura e dê adeus aos anúncios

Fazer login
exibições de letras 830

Pra Quem Não Vive No Sertão

Xandreli

Já é noite lá fora, aqui dentro o vento sopra pela fresta da janela a luz do lampião
É um rancho de palha em formato de choupana, sou patrão e sou peão
Deito e falo pra Deus que estou feliz da vida onde o vento sopra calma a brisa do ribeirão
Logo o galo canta bem ao lado da janela, é hora de pisar no chão

Já é dia aqui na roça vou coar um cafezinho, acender o fogo a lenha e cozinhar feijão
No almoço tem fartura, carne seca já no ponto, horta cheia de verdura e um frango no chão
No curral eu já encontro às vacas esperando, vou tirar um leite pra fazer um queijo bom
Sou caboclo da fazenda, minha vida é sofrimento, pra quem não vive no sertão!

Aqui o meu problema sempre tem a solução
Engarrafamento, só os peixes no ribeirão
Meu vizinho é o joão-de-barro construindo um lar
O barulho de sempre é o canto do sabiá

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Fabricio Douglas. Essa informação está errada? Nos avise.

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Xandreli e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500


Opções de seleção