Faça login para habilitar sua assinatura e dê adeus aos anúncios

Fazer login
exibições 3.421

Se Não Tens Abrigo

Xutos & Pontapés

Imagina um céu, branco de azul
Um luz quieta, um pouco de sul
Um homem parado, segura o contil
Parece cansado, assim visto de perfil

Uma sombra pequena, uma longa jornada
Parece à procura, mas não acha nada
Não há uma casa sem uma parede
E a água que bebe, não lhe mata a sede

Aquela sede
A sua sede
E ele onde está
De onde virá
Por quem perguntará
Amanhã saberá
Ele onde está
De onde virá
Amanhã matará

Eu espreito à janela, por traz da vidraça
E vejo o sujeito, no meio da praça
Não há um homem, sem o seu segredo
Verdade escondida, a mãe do seu medo

Aquele medo
É o seu segredo
E ele onde está
De onde virá
Por quem perguntará
Amanhã saberá
Ele onde está
De onde virá
Amanhã matará

Imagina um céu, negro de perigo
Desperta terror, ver o desconhecido
Desconfia dele, mas faz a viagem
Se não tens abrigo, que tenhas coragem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Xutos & Pontapés e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500

Posts relacionados Ver mais no Blog


Opções de seleção