exibições 1.054

Duro como um diamante
Duro pistoleiro errante
Balas de prata olhar cortante
Duro

Duro doa a quem doer
Mais vale sempre quebrar que torcer
Duro segue sem olhar para trás
Não se arrepende daquilo que faz

Ser duro é ter convicções
Esquecer o medo
Esconder as paixões
Ser duro é seguir a direito
Sem mostrar o que lhe vai no peito
E o que lhe vai no peito
E o que te vai na alma
Ser duro é ter sempre sempre muita calma

Duros são os tempos que correm
É preciso dobrar a coragem
Cair no vórtice
Sentir a voragem
Pura

Duro é perder a esperança
De não ser puro eterna dança
Duro é os mundos mortais
Ao fim ao cabo somos todos iguais

Ser duro é ter convicções
Esquecer o medo
Esconder as paixões
Ser duro é seguir a direito
Sem mostrar o que lhe vai no peito
E o que lhe vai no peito
E o que te vai na alma
Ser duro é ter sempre sempre muita calma

Saber que o outro
Não é como tu
Tu estás armado
O outro está nu
Duro prossegues
Direito ao fim
Sem pena de nada
Nem de ti, nem de mim

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog