Habilite sua assinatura e dê adeus aos anúncios

Habilitar
exibições 959

Jacutinga cantou triste
Lá na mata do grotão
É sinal que a seca brava
Vai assolar meu sertão

(Jacutinga cantou triste
Lá na mata do grotão
É sinal que a seca brava
Vai assolar meu sertão)

O céu foi escurecendo
Trovejou mas não choveu
Com a seca do mês de agosto
Meu sertão entristeceu

O roceiro persistente
Jogou no chão a semente
Tudo que plantou perdeu
O roceiro só não perde
A grande fé que tem em Deus

A chuva caiu na terra
Meu sertão tudo mudou
A mata que estava seca
Está verde, já deu flor

O meu roceiro gigante
Vendo a colheita abundante
Agradece ao Criador
Até o cantar da jacutinga
Se nota que alegrou

Jacutinga cantou triste
Lá na mata do grotão
É sinal que a seca brava
Vai assolar meu sertão

(Jacutinga cantou triste
Lá na mata do grotão
É sinal que a seca brava
Vai assolar meu sertão)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Valito / Zé do Cedro. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por PEDRO. Revisão por PEDRO. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Ze do Cedro e João do Pinho e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500

Posts relacionados Ver mais no Blog


Opções de seleção