Foto do artista Zico e Zeca

O Padre de Tambaú (part. Gessy Fonseca e Wilson Nogueira)

Zico e Zeca


Já fazia cinco anos
Que paralítica estava
Ninguém podia avaliar
O tormento que eu passava

E até mesmo de Deus
Neste altura eu duvidava
Sem pensar que esta descrença
Numa lição resultava

Quando foi à poucos dias
Meu noivo em casa chegando
Trazendo um carro de praça
Desse modo me falou

Querida, não desanime
Tenha fé e muita coragem
Se apronte que agora mesmo
Nós vamos fazer uma viagem

Este padre que faz curas
Nas pessoas sofredoras
Tem a Senhora Aparecida
Como sua protetora
Se apronte e vamos receber
Sua bênção salvadora

E a moça se contorcendo
Com aquela dor tirana
Respondeu para o seu noivo
Este padre só tem fama

E cruzando os seus ossos
Ela se virou na cama
Se tu vais vê mesmo o padre
Diga que ele não me engana

Chegando em Tambaú
Foi que o padre lhe falô
O recado da sua noiva
O senhor não me contôou

Ao ouvir essas palavras
O rapaz se assustou
Quando foi mexê no borso
Um bilhete ele encontro

Com o milagre do padre
O rapaz pegô a chorá
Você pegue esse bilhete
Pra sua noiva vá levá

Diga a ela lê com carma
Pro bilhete decorá
Só assim então, meu filho
Que ela pode se curá

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir