I don't have hype
But, have skills
Mano eu ja disse que ta tudo bem
Cê não acredita é a mema fita, recompensa é pra quem se habilita pega a visão
Sei que eu aceitei de primeira, matei no peito encaixa porque essa pegou na veia
Dividindo o som como se fosse a santa ceia, se não entende as referências abre a discussão e leia
Playboy, cê não sente a sensação que me corrói
Todo mundo ja descobriu que isso é uma mentira, pode parar com essa pose de herói
Novo líder desse jogo, jogo
Hoje eu sinto pena (pena, pena), me faço de bobo (bobo, bobo)
Mas você sabe que eu sou problema
Não to tirando onda foi ela que disse, no mesmo dia que me disse que queria ficar
A vida é uma roda gigante, mas tudo muda fique tranquilo eu ja sabia que isso ia virar
Sem tempo pra reclamar, a vida anda perfeita
Aprenda a diferenciar, o plantio da colheita

Quanto mais eu rezo mais eu vejo assombração
Quanto mais assombração vejo mais otário tu parece
Cresce pra poder viver, o que tu diz que tem no som
Melhor me fazer de maluco antes que eu me estresse
Hoje tu carece, vive de atenção
Se tu não correr atrás do que tu quer tu vai viver de prece
“É que faço rap, já faz mó tempão no trabalho e
Só escrevo em casa pra ficar fumando beck”
É o famoso malandro otário, tu que corra atrás do teus problemas
Ninguém vai fazer nada por ti
Eu vou de dividir tudo que for suprir com os meus irmãos
Nunca fez nada pelo corre e quer se intitular MC

Mano tu tenta (diferente)
Na real nem isso que tu faz, vou me corrigir
Quer pagar de que pá e bola
Mas na hora nada
Se acha o gangueirão porque ouve BIG
Bitch que que é isso que tu ta fazendo que tu ta falando tá enganando com esse papo
Pela noiz te atropela e passa por cima igual trator
Pra tu não tem vela
Quer pagar de favela
Se vê os bico treme
Mister m pra tu é um mágico
Crime é o que tu ta fazendo com esses beat
Pagando caro pra caralho pra me encher o saco

Antigamente defenderam o crime organizado, tirando foco dos playboy e dando pro meu povo
Tiraram terra, tiraram vida, minha liberdade
Receber o que eu mereço ainda é pouco
Quero dar fartura pra quem nunca teve nada, tentando dar consciência pra quem sempre teve tudo
Pra perceber que a vida é muito mais que xingar farda, e compreender o real sentido quando escuta black-luto, pega visão
Nos tacaram merda usamos de adubo, hoje querem frutos da nossa colheita
Fogo neles
Nos tinhamos terra, roubaram tudo
(Essa porra não será desfeita daqui a meses)
A z multi trouxe o beat
A banca é nave alienígena, só cara monstruoso
Salvando vidas enquanto elevo o nível, me tornei heroi pra área e o mais brabo pros mais novos

Quando a única opção é ser forte, nois tira força de onde nem sabe que vem
Não se acomode a fazer o que te convém
So descobri que sabe nadar se o barco virar, tem medo de arriscar
Me sinto mergulhando com os dois pes numa piscina onde eu não sei a profundidade
Rodeado de pessoa me dizendo que nunca vou ter estabilidade sem prestar concurso ou fazer uma faculdade, ó
Incrível como a gente se autosabota nos fazendo acreditar que estamos caminhando a esme, tava pensando
Quem é que me protege de mim mesmo, quem é que te protege de você mesmo
É você mesmo, no final das contas tu vai perceber que quem mais vai poder te salvar desse caos é você mesmo
Levanta o copo e brinda o progresso pros nossos
Levanta o copo e brinda vitória dos nossos
Saúde pros nossos
Dinheiro pros nossos, iê
Levanta o copo e diz que esse mundo aqui é nosso
Levanta o copo e brinda o progresso pros nossos
Levanta o copo e brinda vitória dos nossos
Saúde pros nossos
Dinheiro pros nossos, iê

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Black / DaPaz / Mazin / Vivone. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts