Eu fico aqui parado esperando cartas do baralho
E vejo as folhas secas e mortas sob os pés de alguém
Que nem sequer ouviu o seu barulho ao esmagar
E já se perdeu diante da monotonia desse lugar

Mas você vem chegando e condenando-me por pensar
Oh! Sinto muito, mas não posso mais parar nesse lugar
O tempo passa e com ele o vento vai sempre passar
Por esse lugar, não suporto a monotonia desse lugar

Não suporto mais a monotonia desse lugar
Não suporto mais a monotonia.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts