Caixa Postal

ADL MC's

exibições 226

(Sua chamada está sendo encaminhada para caixa de mensagem e estará sujeita a cobrança após o sinal)

Alô, escuta o meu recado amor
Vou repetir a mesma frase que tu ainda não acreditou
Tô aqui sozinho pensando nem sabe como
Em ser dono desse corpo moreno que tira o sono
Seu cabelo preto, boca vermelha e sorriso branco
Meu Deus, como eu queria estar de perto te falando
Debaixo do seu ouvido mordendo o seu pescoço
Com a mão na sua cintura envolvido nesse corpo pequeno
Liso, cheiroso, gostosa me deixa louco
Com você todo tempo do mundo pra mim é pouco
Ando meio nervoso, às vezes nem me reconhecendo
Eu pirei o côco, coração de pedra derretendo
O cachorro sem dono, tá quase adotando uma dona
Lembro de tu dançando aí mesmo que eu vou a lona
Adl não se apaixona, mas me amarro na sua
Tô pensando em te levar pro meu plano de fuga
Vou desenhar você nua com a ponta dos meus dedos
Te passar minha língua, te fazer esquecer seus medos
Mordendo a sua cinturinha fininha
Sua pele suada deslizando sobre a minha
Seu cabelo lindo e solto na altura da cintura
Me deixa embrasadão, me leva além da loucura
Eu te encontro nos meus olhos e me perco no seu sorriso
Me acho dono do mundo e faço no improviso
Debaixo do meu lençol o bagulho fervendo
Beijando cada centímetro do seu corpo pequeno
Tá sabendo, pode descobrir bem mais se quiser
Deitadinha aqui comigo, no estilo minha mulher
No estilo minha novinha, tipo mina do ld
Nós dois, nossa festa, nosso ninho de prazer

Liguei pra te convidar a passear ao luar
Beira-mar, se beijar, te abraçar, se amar
Sem ter hora pra acabar, sem ter hora pra voltar
Qualquer lugar é lugar, até o dia raiar
Falar devagar, pra tu entender
Ouvir a mensagem já que tu não tá podendo me atender
Não consegui dormir, rolei na cama pensando
Tua boca é tão real que atormenta meus sonhos
Se eu colocar nas estrelas motivos porque te quero
Passo a noite contando e falta estrelas no universo
Não queria dizer, nem sei porquê tô te ligando
Será que está amolecendo meu coração muçulmano?
Eu vou tentar me manter frio mas eu sei que tu percebe
Que eu me derreto todo, quando encosto na tua pele
Levei poucas horas pra te conhecer
Pelo visto vou levar a vida toda pra esquecer
Cheiro de Victoria's Secret, cheirinho de roupa limpa
Atitude de mulher nesse corpinho de menina
Passamos por grandes momentos isso é verdade
Que só foram construídos nos pequenos detalhes
Tu começa a dançar funk, tu sabe que eu não resisto
Consegue tirar o desejo do meu esconderijo
Mão desliza no seu corpo, eu mordendo o seu pescoço
Seu sorriso, melhor maquiagem que tu tem no rosto
Meu estilo vagabundo, meio distante do seu mundo
Vizinha de coração, sem portão, cerca, nem muro
De amor eu não morro, também não quero morrer
Vou viver pra cada dia poder tá com você
Quero entender de todas porquê tu é minha preferida
Fui medir, quando media descobri que é sem medida
Se não tem final feliz com muçulmano do toal
Pensa só em ser feliz e vê se esquece do final
Afinal, liguei pra também ouvir tua voz
Quem sabe eu e você, agora "ia tá" sendo nós
Sem ter hora pro voltar, sem ter hora pra acabar
Até o dia raiar, até que se perco ar
Se envolvendo um com o outro, num climinha gostoso
Não consigo descrever, sempre tô querendo de novo
Um audácia eu te ligar, uma hora dessa da matina
Mas tu sabe como eu sou só desenrolo na rima
Vou desligar delícia, porque meu crédito tá acabando
Só liguei pra te contar o quanto que eu te...

(Créditos insuficientes para completar a ligação)