Adeus casa de meu pai
adeus largo do quinteiro
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem
Adeus mocidade nova
Adeus tempo de solteiro
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem

No tempo das desfolhadas
Lá na aldeia era um regalo
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem
Era o tempo em que eu chegava
A casa ao cantar do galo
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem

Adeus casa de meu pai
Adeus quarto da palhada
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem
Era a cama onde eu dormia
Ao chegar de madrugada
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem

Adeus pau de marmeleiro
Se ele falasse dizia
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem
As pancadas que me deu
Quando eu chegava ao ser dia
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem

Adeus também ao meu pai
Adeus vida de solteiro
Quero o valentlm Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem
Agora é que eu reconheço
O valor do marmeleiro
Quero o Valentim Olaró laró
Quero o Valentim Olaró meu bem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir