O que importa se a pele é branca se a alma é incolor
O que importa se a pele é negra se a alma não tem cor

Por muito tempo se analisou o poder de uma nação
Pela cor da sua pele e não pelo seu coração
E a mão que segurava o chicote agora não precisa mais bater
Ela camufla um discurso e um boicote pra tirar todos os direitos de você
O direito de estudar e ser alguém
De andar sempre de cabeça erguida
O direito de se orgulhar do que se têm
O direito de viver a vida.

Mas a mão que toca o violão também sabe fazer a guerra
Quem atira não vê a direção, mas o ferido mira e nunca erra.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir