Vivendo em dias tão difíceis
Não se consegue assimilar
Tanta discórdia entre os homens
Quando isso vai acabar
Desigualdade que derrama sangue
A sociedade é caótica
Eu uso o som como manifesto
E cuspo toda minha revolta
Não adianta se esconder
Da verdade que encara você
Fechando os olhos pra não ver
Não!
Não é assim que tem que ser
Seguindo a vida às margens
Cruzando guerras selvagens
Lutando pra deixar de ser
Escravo dessa banal crueldade
Manifesto
Manifesto, manifestando!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Douglas Phillipi / Junio Alves · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Barrabás
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.