Aham
Ah, ei

Até aqui a intuição me trouxe
Eu não ouvi ninguém, eu não temi a noite
Eu não pedi perdão a nenhum desses trouxas
Provei do amargo, sou amargo, cês viajam se for doce
Como ser a frente do tempo, se é comum pararem no tempo
Se nenhum se preparou no treino, e nós lutamos por aqui há tempos

E eles perguntam por que eu tô sempre sorrindo
De fato, eu tô despreocupado
Perguntam por que eu falo tanto sobre o gatilho
Eu tô despreocupado, mas não tô dormindo
Querem saber até quando tu vai ser real
Na real mesmo eles querem ver sua queda
Cobras trocam de pele, mas são sempre cobras
Só te olham no olho pra mirar sua testa

Subir de nível tem um preço
Subir de nível custa muito
Um deslize, abraço, beijo
É mais um carro fora do circuito
Te ver fraco e nos escombros, o jogo é sujo
Que é um perigo pra ratos e pombos
Mas eu sou ágil, e não tombo
O jogo é tão fácil que eu zero até com sono
Eles pensam coisas sem sentido
A vitória tá comigo, não vai tá com vocês só porque 'cês me imitam, me irritam
Mais perto que eles chegaram do ouro, foi do próprio mijo

Tô viciado no poder
Tô afogado no poder
Eu tenho o mundo na minha mão
Eu tenho o que eu quero ter
Tô viciado no poder
Tô afogado no poder
Eu tenho o mundo na minha mão
Eu tenho o que eu quero ter

Eles falam
Eles falam
Eles falam

Que o poder me tornou egoísta
Que eu me tornei ego e status
Que eu só penso no meu espaço
Que eu faço o mundo de spa
Não tão preparados pra minha coroa de espinhos
Nem pra minha cama de espinhos nem aperto a mão de espinhos

Olhar pra trás e ver que tá sozinho
Só sangue no rastro do caminho
Aqui eu que apito
Eu que tô apto
Eu ganhei livre arbítrio do árbitro
Fudi a cena tão firme, que ela falou bem de mim pra geral
Viral, Boatos das ruas, boates
Mas aqui ainda é frio, 3 graus
Causa queimaduras de terceiro grau
Sabedoria, grau 33, tipo 12, tu sabe mas quer mudar o final

Essas pessoas ao meu redor são mariposas
Circulando a luz ou moscas circulando a merda?
Essas pessoas ao meu redor são mariposas
Circulando a luz ou moscas circulando a merda?
Essas pessoas ao meu redor são mariposas
Circulando a luz ou moscas circulando a merda?
Essas pessoas ao meu redor!
Eles falam!
Falam que eu perdi o foco
Que eu só penso em sair bem na foto
Nos porcentos, meu e não do nosso
Que eu esqueci o movimento, a visão e o bloco
O poder é minha coroa, por isso subiu à minha cabeça
O poder falou na minha cabeça: Não importa de que forma aconteça, vença!

Às vezes de festa, às vezes de óbito, às vezes de guerra, às vezes só neurótico
Castelo virou ruína, todos sumiram igual Noturno
Quem mandou eu fechar os olhos no turno
E eu que me achei o bala, o bicho, o camisa nine
Me achei Optimus Prime, e era caminhão de lixo

Tô viciado no poder
Tô afogado no poder
Eu tenho o mundo na minha mão
Eu tenho o que eu quero ter
Tô viciado no poder
Tô afogado no poder
Eu tenho o mundo na minha mão
Eu tenho o que eu quero ter

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog