exibições 2.065

Lágrimas no Elevador

Blitz


Não há nada do lado de fora da casa
O mundo já dentro da mala
Pequena, prá tanto sonhos e planos
Ela vem chegando e sorrindo me beija

E me dá, uma latinha de cerveja
Ela jura que vai tatuar meu nome
Me pede que eu sempre lhe telefone
Difícil é dizer adeus
Lágrimas no elevador

Eu vejo o mundo na minha frente
E agora só penso na gente
Tomara, que ela nunca me esqueça
Um final feliz eu quero que você veja

Eu lhe peço, uma latinha de cerveja
E prometo que vou tatuar seu nome
Na alma pra que não desapareça
Difícil é dizer adeus
Lágrimas no elevador

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Evandro Mesquita / Renato Garcia · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Tatiana
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.