Eye Of The Tiger: a história por trás da música do Survivor

História da música · Por Renata Arruda

11 de Agosto de 2021, às 12:00

Quem assistiu Rocky III com certeza vai se lembrar de uma das melhores músicas internacionais dos anos 80: Eye Of The Tiger, gravada pela banda Survivor. Aliás, quem não assistiu também — afinal, o riff que abre a canção se tornou um clássico.

Lançada em 1982, Eye Of The Tiger se tornou o maior hit da banda, que permanece em atividade após um hiato de quatro anos, entre 1989 e 1993. Vencedora de um Grammy, a faixa é considerada como um hino no universo da luta esportiva.

O que muita gente não sabe é que a música poderia não ter surgido se o Queen tivesse cedido os direitos de uma canção sua para o filme. Bateu a curiosidade? Então vem com a gente conhecer a história de Eye Of The Tiger!

Eye Of The Tiger: a história da música

Eye Of The Tiger é uma canção feita por encomenda, especialmente para o filme Rocky III, que conta a história do lutador Rocky Balboa. Escrito, dirigido e estrelado por Sylvester Stallone, o filme acabou sendo indicado ao Oscar na categoria Melhor Canção Original.

Composta pelo guitarrista Frankie Sullivan e pelo tecladista Jim Peterik, a letra fala sobre alguém que lutou bastante para alcançar a sua glória, superando inúmeros desafios e rivais, sem se deixar abater. 

Segundo o The Billboard Book Of Number 1 Hits, a canção foi feita rapidamente, apenas um pouco depois dos músicos assistirem a uma versão preliminar do filme. O título e a ideia para a letra tiveram como inspiração uma fala repetida por um treinador de boxe (olho de tigre).

Contudo, se Eye Of The Tiger se tornou instantaneamente um clássico, alcançando o topo das paradas em vários países do mundo logo após o seu lançamento, o mundo só pôde conhecer a música após uma negativa do Queen.

A recusa do Queen

Isso porque a ideia original de Stallone era utilizar uma canção do quarteto britânico, Another One Bites The Dust. Lançada no álbum The Game, de 1980, a música tem como título uma expressão utilizada por cowboys para se referirem à morte de alguém.

No entanto, o Queen não se interessou em fazer parte da trilha sonora do filme e não liberou a canção. O diretor então recorreu ao Survivor, pedindo para que fizessem uma música especialmente para o longa.

O convite de Sylvester Stallone

Em entrevista, Jim Peterik contou como foi o convite de Stallone. A princípio, o astro deixou uma mensagem em sua secretária eletrônica:

Então liguei pra ele e ele disse: ‘Estou com um filme novo, chamado Rocky III e não quero usar aquela música Gonna Fly Now. É uma canção legal, mas eu queria algo para os jovens. Algo vibrante. Você consegue me ajudar? E eu respondi: O Papa é católico?

Para quem não sabe, o ator e diretor estava se referindo à canção instrumental usada nos dois filmes anteriores sobre Rocky Balboa, que ficou no topo das paradas em 1977.

As origens de Eye Of The Tiger

Comentando sobre as origens da música, o tecladista falou sobre o quanto Stallone tem um ouvido bom para expressões que pegam:

A ideia [da expressão] Olho de Tigre foi dele, naquele roteiro com aquelas frases impactantes. Tudo aquilo vem de Stallone, ele é um gênio do diálogo. E canções nada mais são que diálogos formatados em música, até onde eu sei.

eye of the tiger
Créditos: Divulgação

Versão demo

Uma curiosidade é que a versão de Eye Of The Tiger que foi incluída no filme é uma demo. Inclusive, a faixa conta com sons de tigre que foram retirados da versão que entrou para o álbum de 1982.

O guitarrista Frankie Sullivan contou o motivo. Segundo ele, Stallone ficou tão satisfeito com o resultado que não quis esperar que a banda regravasse em um estúdio profissional. O diretor apenas pediu para que a banda remixasse a faixa, aumentando a bateria, e que escrevesse uma terceira estrofe nova.

O músico ainda lembrou que Another One Bites The Dust aparecia na versão preliminar do filme enviada em VHS para o Survivor, justamente na cena para a qual eles deveriam compor uma nova canção.

O processo criativo de Eye Of The Tiger

Impressionados com a qualidade da cena, Sullivan e Peterik entenderam que a música deles precisaria superar a do Queen para funcionar. O tecladista contou que começou a criar o famoso riff de guitarra e a criar os acordes para os socos que viam na tela.

E a canção inteira ficou pronta depois de três dias, disse ele. Para a letra, ele explicou que Sullivan teve a ideia dos versos: De volta às ruas, cumprindo meu tempo, aproveitando minhas oportunidades e então Peterik sugeriu:

Risin’ up, back on the street (Erguendo-se, de volta às ruas)
Did my time, took my chances (Cumpri meu tempo, aproveitei minhas chances)

Em seguida, eles passaram duas horas gravando toda ideia que tinham para não perder nenhuma que fosse boa. No final do dia, a música estava 80% completa na parte instrumental e com 30% da letra pronta. 

Nos outros dias eu me empenhei em fazer a letra, lembrando de pedaços dos diálogos, disse ele. No início nos perguntamos se Eye Of The Tiger não era um título muito óbvio. Íamos chamar a música de Survival. Depois pensamos: ‘Enlouquecemos?’ e tomamos a decisão certa.

O icônico riff de introdução é derivado de um outro, que ele e Sullivan fizeram para a faixa Youngblood, presente no primeiro álbum do Survivor.

survivor
Survivor, o primeiro álbum da banda / Créditos: Divulgação

Lançada em 24 de julho de 1982, Eye Of The Tiger ficou seis semanas no Hot 100 da Billboard, além de alcançar a primeira posição no Reino Unido e na Austrália. No Brasil, foi a 23ª música mais tocada nas rádios naquele ano.

Qual álbum dos anos 80 você deveria ouvir agora?

Depois de relembrar Eye Of The Tiger e a história por trás da canção, por que não aproveitar e continuar no clima dos anos 80?

Faça o teste e descubra qual álbum dos anos 80 você deve ouvir a seguir. Aproveita e conta o seu resultado pra gente!

quiz álbum anos 80

Leia também: