Melhores trilhas sonoras da história do cinema

Trilhas sonoras · Por Camila Fernandes

23 de Julho de 2019, às 07:00

O que seria do Titanic sem My Heart Will Go On? De Rocky Balboa sem Eye Of The Tiger? De Tubarão sem aquele tema instrumental clássico (e aterrorizante)? Sem dúvida, os filmes não seriam os mesmos. A trilha sonora é uma parte importantíssima nas produções cinematográficas — não é à toa que o Oscar tem uma categoria inteirinha só para premiar as composições originais. 

As trilhas podem ser inéditas, feitas especialmente para aquela produção, como é o caso da série Game Of Thrones, mas também podem trabalhar com músicas já conhecidas, em versões adaptadas ou não, e até mesmo reviver grandes sucessos, como aconteceu em Stranger Things

Uma coisa não muda: quando a trilha dá o match perfeito com a cena, ela se torna inesquecível. Um bom exemplo é a Marcha Imperial de Star Wars: até quem nunca viu os filmes já sabe que a música é deles. A trilha é fundamental na ambientação e na construção da cena e é determinante sobre os sentimentos que ela irá transmitir.

Qual a melhor trilha sonora de todos os tempos?

Com tudo isso dito, vamos ao que interessa: qual é a melhor trilha sonora de todos os tempos? Nossa resposta não poderia ser diferente: com tanta música boa, é impossível escolher uma só. 

Mas pode se acalmar, não vamos deixar você assim sem sentir o gostinho das boas trilhas do cinema. Fizemos uma lista com 6 candidatas às melhores trilhas sonoras de todos os tempos, começando pelos clássicos e terminando com os sucessos do momento. É só ouvir e eleger a sua favorita!

Grease 

Se vamos falar de clássicos, faz todo sentido começar com Grease: Nos Tempos da Brilhantina. O filme é baseado em um musical da Broadway e foi lançado em 1978. Os protagonistas John Travolta e Olivia Newton-John cantaram e dançaram muito na história de High School que se passa na década de 50.

Grease: Nos Tempos da Brilhantina
Créditos: Divulgação

A trilha sonora do filme foi um sucesso: Grease recebeu indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro, ambas na categoria de melhor canção original. E dá para entender o motivo: as músicas animadas e dançantes marcaram a época e fizeram com que o sucesso do filme passasse por gerações. 

O que dizer da dancinha do John Travolta em You’re The One That I Want? Você pode até não saber a letra da música, mas com certeza vai se lembrar do famoso oh, oh, oh. E os trava-línguas de We Go Together, que coloca o elenco todo (e o público) pra dançar?

Pois é, foram muitos sucessos, mas nenhum superou o hit Summer Nights — além de super envolvente, a música é praticamente um resumo da trama do filme!

Uma Linda Mulher

Pouca gente sabe, mas esse enorme sucesso na década de 90 é inspirado na ópera La Traviata, e é claro que ela aparece no filme: Lembra da cena de Julia Roberts e Richard Gere no teatro?

Uma Linda Mulher
Créditos: Divulgação

Apesar de já vir de uma inspiração musical, nem foi isso que fez o sucesso da trilha sonora de Uma Linda Mulher. O filme consagrou a música It Must Have Been Love, da banda Roxette, que atingiu o número 1 no Hot 100 da Billboard depois do lançamento do longa. Além disso, ainda gerou sucessos como Show Me Your Soul, do Red Hot Chili Peppers, Wild Women Do, de Natalie Cole, e a clássica Pretty Woman, de Roy Orbison. 

O responsável pela produção musical do filme foi James Newton Howard, o mesmo de Jogos Vorazes, que ainda estava começando sua carreira (com o pé direito!).

O Guarda-Costas

É só falar em O Guarda-Costas que todo mundo já se lembra imediatamente de Whitney Houston cantando I Will Always Love You — a música fez tanto sucesso que ficou por 14 semanas consecutivas na primeira posição do Billboard Hot 100 😱 

O Guarda Costas
Créditos: Divulgação

E os recordes não param por aí: a trilha sonora do filme é a mais vendida de todos os tempos, e o disco The Bodyguard ficou por 20 semanas no topo do ranking de álbuns da Billboard. O motivo de tanto sucesso? Provavelmente as seis canções gravadas por Whitney para a trilha, dentre elas, as famosas I Have Nothing e Run To You.

Pulp Fiction

Mais um filme da lista que é estrelado por John Travolta, Pulp Fiction foi escrito e dirigido por Quentin Tarantino. Também foi o próprio diretor que escolheu as músicas da trilha sonora, repleta de rock e surf music.

Pulp Fiction
Créditos: Divulgação

O álbum com a trilha sonora foi lançado simultaneamente ao filme, em 1994, e atingiu a 21ª posição no Billboard 200. Dentre outros sucessos do longa, destacam-se as músicas Girl, You’ll Be a Woman Soon e You Never Can Tell, ambas usadas em cenas estreladas por Vincent Vega (John Travolta) e  Mia Wallace (Uma Thurman). You Never Can Tell rendeu uma das dancinhas mais famosas da história do cinema: 

O Grande Gatsby 

Da década de 90, vamos direto para o segundo decênio dos anos 2000, quando foi lançada a mais recente adaptação cinematográfica de O Grande Gatsby. A versão é do diretor australiano Baz Luhrmann, conhecido por misturar elementos clássicos e modernos em seus filmes — foi justamente o que aconteceu aqui, quando ele decidiu contar com o rapper Jay-Z na produção executiva da trilha do filme, que é inspirado em um clássico de 1925. 

O Grande Gatsby
Créditos: Divulgação

A trilha sonora teve Beyoncé e Andre 3000 cantando Back To Black, de Amy Winehouse, teve o próprio Jay-Z cantando 100$ Bill, além de músicas gravadas por Fergie, will.i.am, Sia e Florence and The Machine. Mas a canção que mais deu o que falar na trilha foi a sombria Young And Beautiful, escrita e interpretada por Lana Del Rey.

Pantera Negra

O último filme da nossa lista é Pantera Negra, um longa da Marvel lançado em 2018, que vem para mostrar que não são só os clássicos que têm boas trilhas sonoras. Os responsáveis pela trilha do filme foram o rapper Kendrick Lamar e o compositor Ludwig Göransson, que chegou a ir ao Senegal e à África do Sul para gravar com artistas locais e levou o Óscar de Melhor Trilha Sonora Original pelas composições que fez para o filme.

Pantera Negra
Créditos: Divulgação

O filme foi elogiado pela excelente integração entre trilha e enredo, e por buscar retratar nas músicas as questões sociais levantadas na história. Das composições de Ludwig, a música de maior destaque é Wakanda. Já na parte de Kendrick Lamar, o maior hit foi All The Stars, gravada pelo cantor em parceria com SZA.

Muito mais do que música de fundo

Já faz tempo que se percebeu que a trilha sonora de um filme é muito mais do que música de fundo — ela ajuda a compor o ambiente, a contextualizar e pode ser importante na compreensão da história. Os filmes que conseguem usar ao máximo as potencialidades de uma boa trilha acabam virando clássicos, como já aconteceu com os que foram listados alí em cima e com vários outros!

Falando em clássicos, nós queremos saber: agora que já apresentamos nossa seleção com as trilhas sonoras mais icônicas, conta pra gente nos comentários qual é a vencedora pra você!