IZA: conheça a mais nova princesa do pop brasileiro

Conheça o artista · Por Rhânia Marcela

24 de Abril de 2019, às 07:00

Quando você menos esperava, já tinha ouvido em algum lugar ou até colocado no seu vocabulário musical a expressão “pesadão-dão-dão”. Este é apenas um dos vários hits da mais nova revelação do país: a cantora IZA.

Está pronto para conhecer mais a história e carreira dessa diva? Então é só continuar lendo.

Cantora Iza em show.
Créditos: Divulgação

Quem é Iza?

Isabela Lima, popularmente conhecida como IZA, tem hoje 28 anos. Começou sua carreira como cantora aos 14, quando fazia shows representando a igreja que frequentava na época.

Claro que antes disso Isabela já cantava e explorava seu dom: nascida em Olaria, subúrbio do Rio de Janeiro, a garota fazia muitos shows para os vizinhos e familiares. Aproveitava até para cobrar cachê, sendo R$1,00 por pessoa presente, que eram muito bem investidos em doces.

Cantora Iza fazendo não com a mão.
Esperta, né? / Créditos: Divulgação

Apesar do talento nato, IZA também buscou explorar outras profissões. Formada em Publicidade e Propaganda pela PUC-Rio, a cantora também trabalhou com edição de vídeo e marketing, mas viu seu real progresso na música. Logo começou a postar covers no YouTube e ganhar notoriedade.

Claro que essa atenção não foi apenas de novos fãs e admiradores. Rapidamente a Warner Music Brasil a notou e propôs uma contratação. Em 2016, IZA fechou contrato com sua atual gravadora.

Estilo musical de IZA

Já na época das releituras e covers, era possível perceber o gênero predominante em seu estilo próprio.

Com grandes pitadas de R&B, soul e blues, sua voz é inconfundível em ritmos originalmente gravados por Beyoncé, Rihanna e Lauryn Hill (sendo esta a maior inspiração musical da diva).

Seus primeiros singles já mostravam uma assinatura autoral em sintonia com o gênero R&B, sendo eles Quem Sabe Sou Eu, Te Pegar e Pesadão.

Primeiros passos de sucesso

Antes dos seus singles bombarem, IZA teve grandes conquistas musicais. Em setembro de 2017, fez parceria com CeeLo Green, dividindo o Palco Sunset no Rock In Rio.

Em novembro do mesmo ano, abriu um dos shows do Coldplay em São Paulo. A diva já estava totalmente bem influenciada, né não?

Enfim, já com seus primeiros singles, a cantora ganhou grande destaque na mídia: Quem Sabe Sou Eu fez parte da trilha sonora da novela Rock Story.

A partir daí foi só sucesso! Logo emplacou nas rádios de todo o país o hit Pesadão, em parceria com Marcelo Falcão, vocalista da banda O Rappa.

O clipe viralizou no YouTube, tendo hoje mais de 225 milhões de visualizações.

Álbum de sucesso

O primeiro álbum de IZA, chamado Dona de Mim, foi lançado em 2018 e teve uma excelente recepção por parte do público e da crítica, que o consideraram um disco muito consistente.

Nele foram exploradas diversas parcerias, como Corda Bamba com Ivete Sangalo e É Noix com Thiaguinho, dando ainda mais notoriedade para a cantora.

Além disso, esse álbum trouxe em destaque um outro hit de muito sucesso: Ginga, em parceria com Rincon Sapiência.

Desde então, a cantora ganha cada dia mais notoriedade e força no cenário musical brasileiro.

Representatividade e empoderamento

Além de um vozeirão e um carisma inigualável, IZA também tem bastante consciência social. Suas músicas buscam trabalhar e dar destaque a um discurso recheado de empoderamento feminino e negro.

Desde campanhas de marketing até suas canções próprias, sua busca por representar e trazer voz a esses públicos é inegável e totalmente importante em um cenário predominantemente racista e sexista.

Em entrevista à revista Ego, IZA declarou: “A gente passa por muitas coisas na adolescência e infância que são amenizadas quando a gente vê alguém igual a gente na TV. Se escutasse na TV alguém falando que cabelo crespo é lindo, talvez não alisasse o meu até os 20 anos”.

Cantora Iza jogando o cabelo.
Créditos: Divulgação

Recentemente, IZA até se emocionou ao ser referenciada a todo esse movimento. Ao receber um grupo de crianças em seu camarim, a repórter mirim Marjorie, de 7 anos, entrevistou a cantora.

Sua primeira pergunta foi relacionada a como IZA se sente sendo referência para várias meninas negras, como Marjorie e sua irmã. A cantora se emocionou declarando: “Isso é a concretização de um sonho. É entender que eu realmente estou no caminho certo“.

E é claro que não podemos esquecer da representatividade feminina em suas canções. Um dos seus maiores sucessos recentes, Dona de Mim, tem como letra valores de independência e empoderamento feminino.

Com trechos como “Sempre fiquei quieta, agora vou falar/ Se você tem boca, aprende a usar/ Sei do meu valor, e a cotação é dólar” e “Já não me importa a sua opinião/ O seu conceito não altera minha visão/ Foi tanto sim, que agora digo não”, a música representa totalmente o discurso feminista que IZA apresenta e reforça com seu posicionamento social.

Já estamos decretando: diva acessível e totalmente consciente!

Referencial de beleza

Nesse mesmo sentido, IZA ganhou o selo de referencial de moda e estilo por todo o Brasil. Apesar de ter começado como brincadeira, a diva ganhou o apelido de Barbie brasileira por suas curvas e sua beleza imensurável.

Tanto é forte sua influência, que em 2019 a MAC Cosmetics anunciou um batom em parceria com a cantora. A marca internacional, que sempre escolhe ícones da área da moda, definiu que a novidade será construída com IZA e chegará ao país em 2020.

Cantora Iza apresentando sua parceria com a marca MAC Cosmetics.
Créditos: Divulgação

Não se pode negar: cada dia mais ouviremos falar de IZA e isso só nos mostra como ela está conquistando o espaço de princesa (se não, rainha!) do pop brasileiro.

Já que ela está se tornando cada dia mais popular, não perde a oportunidade e vem ouvir o melhor da IZA!