Quem é a Garota de Ipanema: a história do sucesso da Bossa Nova

Analisando letras · Por Mateus Pereira Silveira

18 de Fevereiro de 2021, às 12:00

Um clássico da música nacional, Garota de Ipanema é a canção brasileira mais conhecida internacionalmente e que de quebra ajudou a tornar a praia carioca um dos cartões postais mais lembrados do Rio de Janeiro. 

Consagrada com prêmios, a música composta por Tom Jobim, gênio da bossa nova, em parceria com o poeta Vinícius de Moraes, faz parte do imaginário nacional há mais de 50 anos, assim como sua musa inspiradora. 

Tom Jobim e Vinicius de Moraes
Créditos: Divulgação

A identidade da moça do corpo dourado e do balançado que é mais que um poema sempre foi pauta na imprensa e vez ou outra ela aparece para contar pelo seu ponto de vista como foi se tornar a garota mais popular do Brasil na época. 

Como a composição dessa música é cheia de curiosidades e detalhes, nós separamos os fatos mais interessantes da história da Garota de Ipanema para contar a você

Quem é a Garota de Ipanema? 

Pura poesia em forma de canção, Garota de Ipanema nunca perdeu seu charme. Tanto que, quase 60 anos após a sua primeira apresentação, ela continua viva no cenário musical, ganhando novas versões por diferentes artistas. 

E pensar que tudo começou em mais um dia em que Tom Jobim e Vinícius de Moraes contemplavam a vista da orla carioca no Bar do Veloso, reduto na praia de Ipanema em que os amigos se reuniam com frequência. 

Em uma certa manhã, os olhos de Jobim foram atraídos pela beleza de uma jovem garota, que caminhava em direção ao mar. O impacto foi tão grande que Tom não conseguiu tirar a imagem da cabeça e logo elaborou uma melodia e contou com o talento poético de Vinicius para traduzir suas emoções. 

Helô Pinheiro quando jovem
Helô Pinheiro quando jovem / Créditos: Divulgação

Batizada inicialmente como Menina Que Passa, ela logo trocou de nome e desde que foi interpretada pela primeira vez em agosto de 1962, se tornou um sucesso. 

A popularidade da música foi só aumentando e superou as fronteiras nacionais. Enquanto isso, todos se perguntavam quem era a beldade capaz de arrancar tantos suspiros

Helô Pinheiro: a eterna musa 

Por alguns anos, o nome dela foi guardado em segredo, e enquanto isso, diversas mulheres que frequentavam a praia tentaram assumir esse posto. A imprensa especulava, mas foi Vinícius de Moraes quem abriu o jogo.

Três anos mais tarde, ele revelou que a inspiração era Heloísa Eneida Menezes Paes Pinto Pinheiro, ou simplesmente Helô Pinheiro, que era uma adolescente de 17 anos em 1962.  

Vinicius de Moraes e Helo Pinheiro
Vinicius de Moraes e Helo Pinheiro / Créditos: Divulgação

A revelação surpreendeu a jovem, que não esperava ser a responsável por um encantamento tão arrebatador. Daí em diante, a vida dela se transformou radicalmente. 

A beleza daquela coisa mais linda e cheia de graça abriu portas para Helô, mas ao mesmo tempo cerceou algumas de suas possibilidades. 

Ela fez trabalhos como modelo, atriz, apresentadora e virou uma celebridade, no entanto, qualquer trabalho estava ligado à exposição do seu corpo. 

Ao mesmo tempo, ela tinha que lidar com as relações familiares. Os pais tinham receio que a fama repentina fizesse que a garota se afastasse e fosse morar fora do país. Já o namorado ficou totalmente enciumado com os versos elogiosos da canção. 

Mesmo assim, ela também seguiu seus desejos e trilhou a própria carreira, se formando em jornalismo e direito, além de se tornar empresária.

Atualmente com 75 anos, vira e mexe Helô aparece na mídia, sendo lembrada como a eterna Garota de Ipanema

Helo Pinheiro
Créditos: Divulgação

O sucesso internacional da canção

Na década de 60, o som já era considerado um hino da bossa nova, o auge da música ainda estava por vir. Com arranjos do próprio Tom Jobim, ela ganhou sua versão em inglês na voz de Astrud Gilberto.

A faixa fez parte do álbum Getz/Gilberto, uma colaboração entre João Gilberto e o saxofonista Stan Getz. 

Bem recebido pela crítica especializada, o disco concorreu ao Grammy de 1965 e não somente venceu a categoria principal de álbum do ano, como The Girl From Ipanema também saiu premiada como gravação do ano.

Dali em diante, a música se tornou a cara do Brasil lá fora e foi regravada por nomes prestigiados, como Frank Sinatra. Simplesmente um arraso!

Os direitos pela canção 

Mesmo sendo cultuada como uma obra-prima da música brasileira, Garota de Ipanema não é um trabalho isento de polêmicas.

Isso porque mesmo com diversas regravações na língua inglesa, a família de Tom Jobim não detém os direitos de reprodução e vendas da canção. 

Mesmo movendo processo contra a gravadora, a resolução segue em aberto e o versista que adaptou a letra para o inglês, Norman Gimbel, recebe os louros do sucesso internacional. 

Normal Gimbel, tradutor de Garota de Ipanema para o inglês
Normal Gimbel / Créditos: Divulgação

Já em terras tropicais, a disputa dos herdeiros foi com Helô Pinheiro. A família alegou que a empresária e musa inspiradora estaria usando a imagem e o nome da canção para seus próprios negócios. 

A ação foi movida em 2001 e foi encerrada após um acordo entre as duas partes. Mesmo assim, Helô declarou que todo esse movimento por parte da família a deixou chateada, pois ao seu ver, ela também teria o direito de usufruir do nome da obra. 

As versões mais icônicas de Garota de Ipanema

Confira algumas das melhores versões da canção: 

Frank Sinatra e Tom Jobim 

O ano era 1967 quando dois dos maiores nomes da música gravaram um álbum juntos. E claro que no encontro deles não poderia faltar o grande sucesso, cantado em português e inglês. 

Amy Winehouse 

A britânica que trouxe novos ares a soul music nos deixou cedo demais, mas não sem fazer sua interpretação para The Girl From Ipanema, que inclusive faz parte da trilha sonora da série Coisa Mais Linda

Gilberto Gil 

Gilberto provou que é possível sim fazer uma releitura desse clássico, misturando ritmos, como o reggae e o samba. 

Outro clássico de Tom Jobim 

A vida de Tom Jobim se confunde com a história da bossa nova. Continue acompanhando sua jornada com a história da música Águas de Março.

História da música Águas de Março