Entenda o significado da música “Espatódea”, de Nando Reis

Examinando letras · Por Lorena Camilo

23 de Julho de 2019, às 07:00

Nando Reis já deixou bem claro que dentre os assuntos que ele mais gosta de inserir em suas composições estão as relações familiares. Uma de suas composições mais famosas é Espatódea, que traduz desde a cor dos cabelos da filha até o relacionamento dos dois.

Nessa canção, assim como em outras que ele fez em homenagem à seus outros filhos, dá para perceber que o Nando é um pai coruja, que tem uma sensibilidade e um vínculo bem bonito de cumplicidade e de amizade com Sophia, Theodoro, Sebastião, Ismael e Zoé.

Família de Nando Reis
Nando Reis com sua esposa e filhos / Créditos: Divulgação

Esse é o assunto do nosso post de hoje: vamos entender melhor os significados e metáforas presentes em Espatódea e falar mais sobre as outras canções que ele fez para seus outros filhos. Bora conferir?

Homenageando a ruivinha Zoé

Sempre que Nando toca os primeiros acordes de Espatódea, o seu público reconhece a canção que ele irá tocar. A música, feita para sua filha caçula Zoé, foi lançada em 2006 e tem uma harmonia leve e simples com uma letra super sensível, que reforça o dom de Nando para compor. Aperte o play e confira a música 🔊

Não tem como não achar essa canção linda!!! Que paizão o Nando, né? 😍

Significado da canção Espatódea

Agora, vamos te mostrar os significados de cada verso, além de te contar quem pediu a composição, o sentido por trás do título da música e tudo mais. Vamos lá:

Minha cor
Minha flor
Minha cara

Nando já começa a primeira estrofe fazendo um trocadilho com a palavra cara, que pode ser interpretado como “minha querida”, além da filha serigual a ele” ele, tanto pela cor dos cabelos quanto pelas feições do rosto.

Nando Reis e a filha Zoé Reis
Nando e a filha Zoé / Créditos: Divulgação

Quarta estrela
Letras, três
Uma estrada

Interessante perceber o detalhe da quantidade de estrelas, porque não é sem sentido. Zoé é a quarta filha de Nando, logo tem três estrelas antes dela, ou seja, os irmãos mais velhos: Sophia, Theodoro e Sebastião.

O verso Letras, três faz menção a quantidade de letras do nome da homenageada da música. Inclusive, é claro que o nome da filha do Nando não seria algo sem um significado poético como as músicas dele, né? O nome Zoé tem origem grega e significa vida.

Não sei se o mundo é bom
Mas ele ficou melhor
Quando você chegou
E perguntou
Tem lugar pra mim?

Esse verso tem uma história bem familiar que envolve um ~ ciuminho ~ entre Zoé e um de seus irmãos. Nando já disse em algumas entrevistas que, certa vez, quando a Zoé tinha por volta de seus cinco anos de idade, perguntou quando que ele iria fazer a música O Mundo É Bom, Zoezinha!, já que ele tinha feito a música O Mundo É Bão, Sebastião! para o seu irmão mais velho, Sebastião.

Ela deve ter ficado super contente com a composição do pai fazendo referência à conversa deles, né? Principalmente porque Nando afirma que o mundo ficou ainda melhor com a chegada dela. 🧡

Espatódea
Gineceu
Cor de pólen
Sol do dia
Nuvem branca
Sem sardas

Esse verso traz a palavra que dá nome à canção: espatódea. Uma coisa muito comum de acontecer é ler o título da música, ouvir o Nando cantar e continuar se questionando: mas o que será que é espatódea? 🤔 Até porque não é uma palavra que usamos no dia a dia.

Nando, sempre muito atento ao sentido das palavras, foi lá na área das ciências biológicas buscar o significado de espatódea. O título dessa canção se refere à espécie do gênero de uma árvore que tem flores de cor vermelha ou alaranjada.

Árvore Espatódea
Árvore Espatódea / Créditos: Divulgação

Já a palavra gineceu se refere ao órgão feminino das flores. Ou seja, espatódea é a Zoé, a única de seus filhos com cabelo ruivo, a sua flor com os cabelos com um tom de laranja intenso e sem sardas.

Não sei quanto o mundo é bom
Mas ele está melhor
Desde que você chegou
E explicou o mundo pra mim

Não sei se esse mundo está são
Mas pro mundo que eu vim já não era
Meu mundo não teria razão
Se não fosse a Zoé

As duas últimas estrofes querem dizer que Nando sabe que o mundo em que ele e sua filha vivem tem seus altos e baixos, mas que desde o momento do nascimento de Zoé, o mundo dele passou a ter ainda mais sentido, motivação e razão para existir. 😍

Homenageando os demais filhos

Três anos depois que Zoé ganhou uma canção, em 2009, foi a vez da filha primogênita, Sophia, ser homenageada com a música Só Para So.

Com sua sensibilidade única, Nando demonstra o carinho que sente por Sophia. Na letra dessa música ele escreve sobre uma fase difícil que passou, como ele sofreu por ter feito sua filha chorar, e que um de seus maiores medos é vê-la machucada. Super declaração e demonstração de afeto e preocupação! 😍

A outra homenagem foi para “Bastião”, como Nando costuma chamar o seu terceiro filho, com a música O Mundo É Bão, Sebastião. Essa música tem um fato que o próprio Nando acha hilário. Ele diz que o filho era um pouco chatinho, exótico, com um “gênio do cão”, e que vivia dizendo não para tudo. 

Então, Vânia, a mãe de Sebastião, vivia repetindo para ele: “O mundo é bão, Sebastião, o mundo é bão!”. 😂 E de tanto ouvir essa frase, Nando a inseriu na composição e ela se tornou o título. Preste atenção nas frases da letra, pois elas são uma série de descrições que caracterizavam o filho na infância.

Um fato engraçado é que Nando diz ficar irritado quando as pessoas falam e cantam “bom”, porque tem que falar e cantar bão

Confira o vídeo em que Nando canta com a 2 Reis, banda de seus filhos Theodoro, vocalista, e o homenageado, Sebastião, tocando violão:

Contudo, essa não é a única música feita para Sebastião! Tem outra intitulada Um Plá Com O Cúsqui, porém até então Nando não a gravou. Vamos ficar com dedos cruzados para essa música aparecer em um futuro CD! 🙏

Mas aí paira a pergunta: “E os outros filhos, Theodoro e Ismael, eles não foram homenageados com músicas?”. Nando diz que eles até então não possuem músicas exclusivas, e nunca se queixaram disso. Porém, eles são citados na canção Bom Dia, que inclusive engloba vários laços sanguíneos do Nando.

“Agora a minha família já é muito maior e muito melhor. Vânia, Theodoro, Sophia, o meu filho Sebastião, Ismael e Zoé.”

Nando, o poeta além das homenagens…

Da mesma forma que Nando tem o dom para escrever músicas românticas, ele tem para homenagear seus filhos e familiares, né? Aproveita aí, pega o seu fone e curta a nossa seleção das músicas mais acessadas do Ruivão! 🎧🔊

Se gosta de entender a história das músicas, você também vai gostar desses posts: