Minha missão no mic, é falar a realidade,
Tudo por seus interesses com faz as Farc
Se fosse a idade média nóiz seria a peste,
E acabaria na fogueira como Joana D'Arc

O deus que caminhou junto com Hitler em quarenta,
E batizou seus homens na batalha mais sangrenta,
Eu te pergunto nessa fé se o homem se acorrenta?
Que se alimento de sangue e ainda está sedenta!

Eu bato no rosto da fera, comando a anarquia!
As paredes se fechando caí numa armadilha,
Do pântano de inveja ao cálice da mentira,
No confronto indireto como a guerra fria!

Os livros de história não contam todas respostas,
Repressão obstinada me enforca com uma corda,
Que aperta meu pescoço minha mente quase até morre!
Cuidado com o covarde que o tiro vem pelas costas!

É muito foda! Não fica me julgando aê!
A consciência vai pesar até no mais fudido,
Inveje-me me mate ou eu nunca vou desistir,
Imagina se descobrem oquê tu faz escondido!

Combato a injúria com a força da liderança,
No cinzeiro da vingança, carburizei seus Reis,
Nas leis de Jesus Cristo sou pecador já sei!
Mais tô marchando pro inferno junto com o Sarney!

Tentaram me esganar de todas as formas possíveis
Desamarrei, desatei da tua cadeira de tortura,
Persiste! Em tornar meus sonhos impossíveis
Desiste! Cada vez eu volto com mais fúria!

Eu vejo o desespero nos olhos dos manos,
Alma suja a mão nessa vingança só planejando,
Porquê é tudo nossa culpa, não tô me afastando!
Albert Einstein não invento a bomba pra fim desumanos!

Componho na fumaça, poluição de rimas,
Com uma bicicleta, xingamentos e também buzinas,
A culpa é do petróleo, fumaças, usinas,
Mas tua sola de sapato foi fabricada na China!

É muito foda! Não fica me julgando aê!
A consciência vai pesar até no mais fudido,
Inveje-me me mate ou eu nunca vou desistir,
Imagina se descobrem oquê tu faz escondido!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog