exibições 17.705
Foto do artista Casa das Máquinas

Desse mundo que
Nada vou querer
Só meu canto é livre

Porque

Ando sem saber
Sem nem mesmo ter
Tempo pra poder amar

Você

Palco iluminado
Roupas coloridas
É mais um show
Que eu faço sem

Você

Olhando para cada menininha
Querendo que ali estivesse a minha
Caio na realidade
E choro em meu canto

Dessa multidão
Prisioneiro sou
Só meu canto é livre

Eu vou

Nesse mundo que
Ando sem saber
Sem tempo pra poder amar

Você

Nasce um sentimento
Cresce em meio ao pranto
E se levantar te ensinou

E vai

O amor que nasce agora entre a gente
Quebrando esse tabu indiferente
Vivendo em nossa américa
É livre o amor
Abraço meu

Palco abandonado
Onde nós sobrevivemos virgens

À crescer
À aprender

Tudo foi um sonho
Encoberto de rosas selvagens

Agora eu sei
Eu acordei

Desse mundo que
Nada vou querer
Só meu canto é livre
Porque
Dessa multidão
Prisioneiro sou
Só meu canto é livre
Eu vou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir