Sou o corpo, casa, morada do senhor
Um vaso de honra pra teu louvor
Quando a glória desse Deus em mim tocar, em línguas de
Fogo eu vou falar

Não há nada comparável ao que faz o seu poder
Quando o anjo da igreja prega, o céu para pra ver
Os doentes são curados e a estéril dá a luz
Pelo sangue do cordeiro, pelo nome de Jesus

Sou tua morada, sou o teu abrigo
Lugar de descaço dos teus pés, quero conhecer-te
Como és
Pra ver tua glória eu fui escolhido
Vou ao teu encontro, pois tudo o que eu quero é estar
Contigo

Sou o corpo, casa, morada do senhor
Um vaso de honra pra teu louvor
Quando a glória desse Deus em mim tocar, em línguas de
Fogo eu vou falar

Não há nada comparável ao que faz o seu poder
Quando o anjo da igreja prega, o céu para pra ver
Os doentes são curados e a estéril dá a luz
Pelo sangue do cordeiro, pelo nome de Jesus

Sou tua morada, sou o teu abrigo
Lugar de descanso dos teus pés, quero conhecer-te
Como és
Pra ver tua glória eu fui escolhido
Vou ao teu encontro, pois tudo o que eu quero é estar
Contigo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Clóvis Pinho. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Rafael. Revisão por Lucas. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog