Era pra não ter futuro, era pra não ter sentido
Era pra viver sem rumo, longe de você
Era pra não ter caminho, era pra não ter abrigo
Era pra viver sozinho, longe de você

Longe de você é tudo sem forma e vazio na alma
E a guerra é alimento pra quem não conhece o amor
Ele que faz nascer riso em meio a dor
Ali onde o ódio não nasce só cresce amor
Ali onde o ódio não nasce só cresce amor

Era pra não ser, mas você disse haja
O verbo vive em mim, e amor aqui não falta
Alfa e ômega, de Deus não cala a fala
É começo e fim, mas nunca se acaba

Era pra não ser remido, era pra ser réu culpado
Era pra ainda ser escravo, longe de você
Era pra viver sem graça, era pra se em pecado
Era pra não ter mais nada,longe de você

Longe de você é tudo sem forma e vazio na alma
E a guerra é alimento pra quem não conhece o amor
Ele que faz nascer riso em meio a dor
Ali onde o ódio não nasce só cresce amor
Ali onde o ódio não nasce só cresce amor

Era pra não ser, mas você disse haja
O verbo vive em mim, e amor aqui não falta
Alfa e ômega, de Deus não cala a fala
É começo e fim, mas nunca se acaba

Aqui onde a vida começa e a vaidade é como a flor
Tem que ser como uma criança, e nascer desse amor
Mas o que e leva da vida se não a certeza de ser seu?
O verbo mais lindo do mundo nos leva a Deus

Era pra não ser, mas você disse haja
O verbo vive em mim, e amor aqui não falta
Alfa e ômega, de Deus não cala a fala
É começo e fim, mas nunca se acaba
É começo e fim, mas nunca se acaba

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog