Ai cachopa se queres ser bonita
Arrebita, arrebita, arrebita.

Casei com a Gabriela
por ela ter muita guita
Agora a minha espinhela
Arrebita, arrebita, arrebita

Ai cachopa se queres ser bonita
Arrebita, arrebita, arrebita

Mas que mulher ciumenta
No homem não se acredita
É de raça barulhenta
Arrebita, arrebita, arrebita

Ai cachopa se queres ser bonita
Arrebita, arrebita, arrrebita

Se à noite vou trabalhar
Ao sair há sempre fita
E quando me vê chegar
Arrebita, arrebita, arrebita

Ai cachopa se queres ser bonita
Arrebita, arrebita, arrebita

P´ra mais tem pelo na venta
Será sempre uma esquisita
Ai com nada se contenta
Arrebita, arrebita, arrebita

Ai cachopa se queres ser bonita
Arrebita, arrebita, arrebita

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir