Introdução

-boa noite, tá livre ai amigo
-boa noite, tá sim senhor
-vamos pra onde
-passa em cascadura, depois pra rodoviária
-falou
- e aí esse trabalho da pra se levantar, arrumar um dinheiro
-defende, pro dono do carro dá, mas pro defensor é difícil, tem que rolar muito, só dá pra
sobreviver
-como assim
- vou explicar

Pego o carango as 08:00, procedimento padrão, pneu, petróleo, lataria, tudo bom então antes da partida o principal, a oração, pra
me livrar do mal, meu Deus me guarde, do assal to da desgraça não só a mim, mas todos da praça, ajeito o banco, o retrovisor a noite não vai ser fria, vai fazer calor, sofrimento de menos para os que dormem no sereno adultos e crianças, na subxistência,
autoridades eleitas, sem consciência enquanto nosso suor, escobre nos ralos, seus filhos tiram onda de carro importado, vejo futuro nos bares, mendigando resto, o presente embriagado, o
corpo esquelético, desprezo abandono, falta esperança mas meu Deus, promete a vingança no toto, começo a viagem quase esqueci de anotar, a quilometragem no radio o hip hop, sigo no balanço,
na rima do rap, começo o meu trampo

Sou defensor taxista, estou na rua estou na pista, se Deus não for comigo, amanhã eu nem exista, sou defensor taxista, estou na rua
estou na pista, sobreviver nesta ltda, tenho que ser atista

Encontro camaradas, troco idéias, ouço casos, vantagens, fazem pilhérias, histórias malucas, quem acredita só abre que é verdade, quem é taxista

Tô ligado, uma chamada no rádio, um passageiro, uma croca cabulosa, sou defensor, meu trampo é assim corro atrás sem medo de tempo bom ou ruim, mas pneus deixaram marcas em várias
quebradas, na periferia na área da playboysada rua terra, buraco, barraco lama, condominio mansoes holiwoodianas, contraste de classes, varias faces, expôem suas fraquezas no interior de um taxi;

Papo vai, papo vem, um momento de luz, oportunidade que tem pra falar de Jesus, fé amor, salvação perdão de pecados, o dia
da volta tá chegando é bom ficar ligado, mas pro cristão este trampo é provação a mais, o diabo muitas vezes está no banco de trás
trazendo tudo que o mundo tem e diz que é bom, mulher, dinheiro, drogas, concupsciéncias, lembro do 03, começou no frete no
transporte do pó, num chevete, um dia colou no ponto, um carango invocado importadão, cd, roda ar condicionado sua malandragem
o levou pro porta malas apareceu apareceu de quebrada, crivado de balas tinha muita informação, como um livro conclusão da perícia,
queima de arquivo na bíblia tá escrito, pode constatar a ganância te dá, depois te mata

muitos embarcam no taxi da ilusão, roda a malandragem roda a prostituição jovens que se vendem isso é mau trocam suas
vidas por qualquer real, a droga e o leite do viciado, por qualquer dez contos o tx vai pro saco, no enterro a ausência do dono
do carro e presente, dane-se a viúva que se ferre os parentes diária é diária, pensa em ganhar, está procurando um outro pra por num lugar dono de carros é como doenças física suga o defensor até que sobre a carniça, mas espera ai, nem todos são assim, nem todos
são adelmo, nem todos são juari, meia noite no relógio e não fiz nada a depressão quer me pegar fico firme, não vou me deixa levar
de repente estou me culpando porque não estudei, não segui: um bom plano, aí fulano e ciclano se situa a dois caminhos a seguir, a
descisão é sua, se hoje você não der o seu sangue por você, amanhã o dará a outro podes crer, hoje eu escolhi o que a palavra
indicou é trabalho duro, muita fé no senhor, ele vai me honra posso
sentir ou me dá o meu carro ou me tira daqui, o dizimista tem a benção, eu acredito morô? porque dinheiro na igreja não e dado ao pastor, , amanhã vem chegando, as luzes morrendo, estou cançado mas feliz garanti o sustento, minha casa descanço, minha esposa
minha casa descanço, minha esposa, minha filha, vou curtir o quanto nosso amanhã é a ltda.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir