Rap de Protesto! (part. ADL)

Costa Gold

exibições 15.065

[Predella]
Seja bem vido ao país tropical
Dificuldade é knock-down
Descriminam qualquer ser se não tiver valor em real
Falou em falar em real é comigo mermo o tal
Governo desgovernado comandado por boçal
Uau! É o baque quem mata mais os morador de rua?
Polícia, a fome ou crack ou frio a chuva o pó
Meu truta, inverno tá vindo ai doe casacos e luvas
Chapa! Alimentar um morador tá hard
Se o frango tá caro e ainda tem papelão na carne
A cidade tá em greve, a situação tá grave
Playboyzão comprando de baixo da ponte a tarde
Eu ajo da maneira correta ajudando morador de rua desfavorecido
Um prato de comida, um trocado, casaco meu mano pra não passar batido
Divino, Além da Loucura não interfere... É Zona Oeste com ADL

[Lord]
E quantos frio que já passei, quantos pés que já me chutaram
Quantos anos eu trabalhei, quanto álcool eles me tacaram
Eu perdi meu emprego, minha família aqui que eu vim parar
Eu tenho que perambular sem identidade sem idade sem lar
Eu sempre forro meu papelão esse pão eu não vou morder
Eu valia quando ia votar agora eles querem me varrer
Meu problema é não saber escrever o deles é não me entender
E olhar a tela do celular e ter o dom da visão não ver
Tacaram fogo no índio Galdino em Brasília em 97
20 anos depois é o crack, a crise, o golpe, o desemprego
O esculacho em pinheirinhos, violência do marido
Não é só passar o trator, nem tentar varrer igual lixo
Eu sou tipo um corpo sem vida pra vocês sem importância
Se eu ficar fudido aqui ninguém vai chamar ambulância
Aqui a maioria igual a mim embaixo dessa marquise esperado que Deus olhe por mim

[Lord]
E por onde eu andei as ruas sabe
Meu amigo é um cachorro e não tem mais ninguém
Se tu vive pelas notas que te cegam
Vai morrer pelas esmolas que te derem

[Nog]
Quem tá lá fora sorri quem chora tá aqui
Bem-vindo ao país que escola é só pra min-oria
E uns controlam e o sis-tema rouba bi ou trilhões
De ante dos nossos olhos eu vim pra deixar claro esse meu ódio
Transpirar revolta dos poros vim pra apontar o óbvio e por fogo nos fóruns
Fico louco, sóbrio com tanto episódio
É tanta corrupção que hoje o governo é negócio
Quero logo resposta para dúvida, cadê nosso dinheiro se não foi pá escola pública
Minha revolta é múltipla qualquer voto nosso é morte súbita
É muita verdade exposta só em uma música
É fato por fato para acabar com a raça rápido
Pá exterminar o senado e os deputado a cada passo
Igual gato caça rato, pá não ter mais lava jato
Pá não ter mais delação premiada pá safado

[DK]
Só agradeço ao costa pela oportunidade
Eu precisava de um espaço pá cuspir umas verdade
Nós tamo invertendo o valor de ostentação
Ostentação é o professor vim pá da aula de Ferrari
Na favela as mães ganha presentes dia dos pais
Que nois entra no mercado o segurança vem atrás
Delação premiada é coisa pá bandido rico
Aqui X9 nois explode amarrado no kit gás
Sem ninguém pá registar teste de DNA
Nois é filho de cadin de cada um mermo
Eu sou um cadin de beiramar, cadin de Escobar
Cadin de marcola e cadin de zé pequeno
Se é fábrica de monstro os menor tão pro arrebento
Tudo pronto pro confronto pior do que tu tá vendo
Fala mal de outro Mc perdeu 1hora no estúdio
No país onde as pessoas tão morrendo por minuto
Enquanto faço esses versos uma mulher é assassinada
E o pior que eu tô rimando à apenas 30 segundos
Policial me deixa puto atrapalha meu comercio
Vou chamar o meu patrão porque essa Coca é do Aécio
Tô igual a tiro de pistola pronto pá fazer história
Tô assassinando o Doria com meu RAP DE PROTESTO

[Lord]
E por onde eu andei as ruas sabem
Meu amigo é um cachorro e não tem mais ninguém
Se tu vive pelas notas que te cegam
Vai morrer pelas esmolas que te derem

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir