Flor do lodo
Mulher de baixos custumes
Ninguém ouve os meus queixumes
Ninguém vê meu padecer

Meu lar é o botequim na esquina
Que frequento desde menina
Para com os homens beber

A mulher com o destino mal traçado
Meu atos são meu pecado
E a razão do meu sofrer

Só tu que traído por alguém
Compreendes meu viver
Porque és do lodo também

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts