As palavras
Os discursos
A nova ordem mundial
Todas as verdades incontestáveis do radical
Parecem sons
Parecem ondas que nunca poderemos ver
O ranço de verdade do que é o ideal
Os loucos riem do presidente na TV
Pois podem achar o que está velado
Sob o verbo e o poder e a língua escondem

A retitude
O orgulho
As boas em más intenções
E toda violência aplicada para o bem
Sorrir quando se quer chorar
Sorrir parar viver
Parecem homens mortos pra quem pode perceber

Os loucos riem de você a discursar
Pois podem ouvir
Seu coração prefere não amar
Ele quer ser Deus

Na verdade não há nada além de ti
As palavras para o sim e pra viver
E o Português virar Inglês
E sua colônia Colonizar

Você pode denunciar a Hipocrisia
E o conflito de geração te destruir
E Você vê que a inveja sempre existiu
E já encorajou Você um Dia Vou sorrir!

Vou sorrir!
Vou chorar!
Vou saber!
Entender!

Vou sorrir!
Vou chorar!
Vou saber!
Entender!

Afasia

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir