O vento mudou não sopra a favor
No canto dos olhos a conspiração
É quase a hora, ceder o lugar
Pois servos precisam de queda e ascensão

Um novo herói irá surgir e se convencer
Que será eterno quando a chuva cair
Sonhos sinceros de poder pra corromper
Bodes expiatórios de um jogo sem fim

Quando a chuva cair e varrer a certeza (quando a chuva cair)
De suas frágeis raízes
Quando a chuva cair

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Enviada por Juliana. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts