Sou forte, sou bravo e em teus braços
escravo do querer
Em pernas, em bocas, olhares
em bares só vejo você
Sou lua, sou sol, sou estrela
Quem sou eu
E rimos de tudo, de tanta besteira
Ah! Quem dera o mundo fosse meu
E o tempo pudesse parar prá eu te navegar
Te derramar o azul do meu coração
Um pedaço de mar, uma gota de luar,
quem dera!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts