O sol ardente já nasceu de novo
Quanto esplendor tem nosso astro-rei
Mas até ele perde um pouco o brilho
Ao ver as lágrimas que derramei

Choro por ver, meu pai pedindo chuva
Porque sem ela o pão pode faltar
Mas acredite, até não me incomodo
Mas não aguento ver papai chorar

Então pergunto: Por que tanta seca?
O sol me pede então para rezar
Fico confusa dentro da capela
Se Deus é bom, por que nos castigar?

O rio secando e os animais morrendo
A terra geme de tristeza e dor
Troco meu sangue por um pingo d'água
Dou minha vida em troca de uma flor

Molha meu rosto, chuva
Traz alimento e vida
Pois só você faz brotar a raiz
Molha meu rosto, chuva
Traz alimento e vida
Falta você pra gente ser feliz

Sem perceber, adormeci rezando
E um lindo sonho então, Deus me mandou
A nossa terra já quase sem vida
Num paraíso então se transformou

Veio a fartura e a felicidade
Quanta alegria invadiu meu ser
Nesse momento eu acordei contente
E vi a imagem de Jesus tremer

Era um trovão anunciando a chuva
O sol de medo até se escondeu
Olhei pra porta e vi papai entrando
E de joelhos ele agradeceu

Compreendi que quem tem fé tem tudo
Meu pai sorriu e então me abraçou
Filha querida, Deus ouviu suas preces
E a chuva santa, Deus pra nós mandou

Molha meu rosto, chuva
Traz alimento e vida
Pois só você faz brotar a raiz
Molha meu rosto, chuva
Traz alimento e vida
Falta você pra gente ser feliz

Molha meu rosto, chuva
Traz alimento e vida
Pois só você faz brotar a raiz
Molha meu rosto, chuva
Traz alimento e vida
Falta você pra gente ser feliz

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog