Não vejo o Sol nascer de um dia sem ódio
Sem a luta e ambição por um lugar ao pódio
O corre-corre nas ruas leva à insanidade
Todo dia é dia de saciar vontades

A cidade consome a inocência de um sonho
Puxa, rasga e torce a vida de um estranho
Nada se ganha, se cria ou se descobre
Tudo apenas se repete em ordem nada nobre

[Refrão]
Em busca do Sol cheguei nesse lugar
Pra entender que o que eu colho um dia eu fui plantar
Em busca do Sol cheguei nesse lugar
Pra entender que o que eu colho um dia eu fui plantar

Não vejo o Sol nascer de um dia sem ódio
(..sem ódio)
Sem a luta e ambição por um lugar ao pódio
(..lugar ao pódio)
O corre e corre nas ruas leva à insanidade
Todo dia é dia de saciar vontades

A cidade consome a inocência de um sonho
(..um sonho)
Puxa, rasga e torce a vida de um estranho
(..um estranho)
Nada se ganha, se cria ou se descobre
Tudo apenas se repete em ordem nada nobre

[Refrão]
Em busca do Sol cheguei nesse lugar
Pra entender que o que eu colho um dia eu fui plantar
Em busca do Sol cheguei nesse lugar
Pra entender que o que eu colho um dia eu fui plantar

(vocalização)
[Refrão]

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir