Faça login para habilitar sua assinatura e dê adeus aos anúncios

Fazer login
exibições 1.592.520

No Cume

Falcão

Ai!

No alto daquele cume
Plantei uma roseira
O vento no cume bate
A rosa no cume cheira

Quando vem a chuva fina
Salpicos no cume caem
Formigas no cume entram
Abelhas do cume saem

Quando cai a chuva grossa
A água do cume desce
O barro do cume escorre
O mato no cume cresce

Então, quando cessa a chuva
No cume volta a alegria
Pois torna a brilhar de novo
O Sol que no cume ardia

No alto daquele cume
Plantei uma roseira
O vento no cume bate
A rosa no cume cheira

Quando vem a chuva fina
Salpicos no cume caem
Formigas no cume entram
Abelhas do cume saem

Quando cai a chuva grossa
A água do cume desce
O barro do cume escorre
O mato no cume cresce

Então, quando cessa a chuva
No cume volta a alegria
Pois torna a brilhar de novo
O Sol que no cume ardia

Pois torna a brilhar de novo
O Sol que no cume ardia
Pois torna a brilhar de novo
O Sol que no cume ardia

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Falcão / Platus Cunha. Essa informação está errada? Nos avise.

O significado desta letra foi gerado automaticamente.

Legendado por Eilson e Canrobert. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Falcão e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500

Posts relacionados Ver mais no Blog


Opções de seleção