(abrevia meu senhor,
Abrevia meu pai esses nossos dias)

Abrevia esses dias que eu
Já não agüento
Drogas, prostituição
Ate a alma tão vendendo
Já que o amor e o respeito
E do tamanho da conta
Me leva logo pro eterno
Onde o dinheiro não compra

Cansei de testemunhar
Que a vida vale bem menos
Que o prazer do dinheiro
Ou qualquer outro veneno
Uns matam por pedra
E outros ate por pinga
Apesar que na criação
Nois era a raça mais linda

Os psicólogos estudam
Um perfil psicopata
De homicida a suicida
Capota doze e se mata
E um vagabundo brisado
Que perde todo medo
Mata a paulada e a pedrada
Quando não senta o dedo

Abrevia e me livra
Da mira dos policia
Na espreita covardia
Todo tipo de injustiça
Matam o sonho de uma mãe
Roubando seu amanha
Só não tiraram sua certeza
De encontrar o seu juan

La no céu onde a rima
Enfim, mudam o tema
Sem gang, treta,
Sem preconceito, sem algema
Onde não irei falar
De doença e nem de morte
Onde os fracos e pequeninos
Não temem os grandes nem os fortes

Aonde o grande deus habita
E a paz não e um sonho
Onde ele reina e rimarei
Dando glorias diante do trono

Refrão
Abrevia senhor, abrevia
Abrevia papai esses nossos dias
O mundo caminha de mal a pior
Orgia e covardia como os dias de ló
Abrevia senhor, abrevia
Abrevia papai esses nossos dias
Abrevia senhor, pois tu me conheces
Abrevia enquanto isso deus me fortalece

Abrevia esses dias que eu
Não mais veja
Os manos lotando os bares
E esvaziando as igrejas
Em busca de diversão
Nostálgico ate entendo
Seus dias se vão em vão
Pra deus nunca tem tempo

Se bem que dentro dos templo
Que eu entro ta mo disputa
Os jovens: o melhor terno
As moças: a maior bunda
Melhor vestido, melhor sapato
A gravata mais cara
Ostentação nem sei por quê
Se muito pastor não trabalha

Vaidade corrompe,
Revolta e frusta
Mas rebelar-se contra deus
Também não tem desculpa
Ingênuo não pode ser
Quem ao diabo se rende
Tão tipo adão e eva
Culpando a serpente

Não sou melhor nem pior
Nem santo e nem falso
Eu não ostento o que eu não sou
Pra poder ganhar aplauso
Eu não pago de crente
E também não meto marra
Sei que o senhor não passa pano
Nenhuma das minhas falhas

Também trago em minha carne
Um mal que me consome
Malefício, alguns vicio
Toda sina de um homem
Abrevia esses dias
Pra mim ta tão difícil
Tirar todo mal do peito
E por no rosto um sorriso

Refrão
Abrevia senhor, abrevia
Abrevia papai esses nossos dias
O mundo caminha de mal a pior
Orgia e covardia como os dias de ló
Abrevia senhor, abrevia
Abrevia papai esses nossos dias
Abrevia senhor, pois tu me conheces
Abrevia enquanto isso deus me fortalece 2x

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog