Urbano Canibal

Fernanda Abreu

exibições 937

Sou urbano canibal
feito de carne e aço
semente e bagaço
plantado no asfalto
no meio de tudo

Sou urbano canibal
pele couro de cobra
olhos duros de vidro
corpo todo partido
tudo breu, tudo escuro

Sou urbano canibal
sou do bem, sou do mal
sou excesso total
selvagem racional
eu tô pixado no muro

Sou ³Peri² da Periferia
Sou ³Ceci² do Borel
Sou da Selva de Pedra
Sou do Arranha-Céu
Sou Babel

Sou urbano canibal
Eu devoro, eu mastigo
esse corpo cidade
de vaga identidade
me tornando o que sou

Sou urbano canibal
sou o samba no morro
sou a bala perdida
a voz da torcida
a trave e o gol

Sou urbano canibal
esse é meu alimento
becos, ruas, esquinas
carros,pontes, vitrines
sou geleia geral

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir