Space Sound to Dance

Fernanda Abreu

exibições 577

Como o mar que avança contra as rochas
Ferindo-as, cinzelando o litoral
Dando-lhe os mais agradáveis recortes
O homem talha a pedra, recorta-a em formas maravilhosas

E se o sol, se debruça no horizonte
Sangrando as curvas das montanhas
Que reverberam, desesperadamente, dolorosamente,
Os fins de tarde, as últimas luzes,
O pintor copia o fenômeno, molda-o,
Transforma-o ou deforma-o de acordo com a
Sua arte, de acordo com a sua alma

Penso na história,
Nas grandes invenções,
A selção natural,
As civilizações

Se o vento assobia, o mar ruge, o trovão atroa,
Os pássaros chilream, a chuva martela,
O homem se inspira nessa sinfonia natural,
Reúne sons, escreve e compõe as mais lindas melodias

E se as árvores balançam, as nuvens se
Redesenham lentamente, os animais saltam,
O mar se move em ondas num balém sem fim,
O homem se inspira nessa harmoniosa coreografia e cria
As formas e os movimentos mais belos: a própria dança

Assim são as maravilhas do mundo
Feitas pela natureza e pelo homem

Space
Sound
Space sound to dance

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Fernanda Abreu / Laufer / Luiz Stein · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Caroline
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.