Aonde o samba foi
O samba foi parar
Aonde o samba for
Ali é meu lugar

Quando a lua beija o mar
De onde a onda vê o chão
Onde se esconde o samba
Na carne do meu coração

É uma usina de ritmo quente
Que pulsa no centro do teu coração
É a poesia desencandescente
Que sente o asfalto com teu pé no chão
É a fúria da tua alegria
No som da caixinha de um rádio de pilha
É um mix de luxo luxúria
Poder violência amor maravilha
É o samba salvando a tristeza
E dando nobreza pro meu esqueleto
É teu corpo mulato que dança
É a velha criança no asfalto preto
É o elo perdido no espaço
Do túnel do tempo da minha canção
É o samba o lugar o pedaço
Mais um nobre que habita o teu coração

Metralhadora anunciou
Na Ilha do Governador
São Paulo Rio Salvador
O samba agora começou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir