A História mais linda que ouvi contar
Está marcada nas mãos de um Rei
Tão pobrezinho, nascido em Belém
Que adentrava em Jerusalém

Baruch Haba b'shem Adonai
Baruch Haba b'shem Adonai

Um dia, o ódio do homem explodiu
E pregaram sua História na cruz
Mas ao terceiro dia, Ele ressuscitou
E outra vez, creio que alguém cantou:

Baruch Haba b'shem Adonai
Baruch Haba b'shem Adonai

As nações da Terra se prostrarão
Os confins a História ouvirá
Grandes e pequeninos que cantarão
Quando o som da trombeta

Baruch Haba b'shem Adonai
Baruch Haba b'shem Adonai...

Bendito é o que vem em nome do Senhor
Um dia Jesus voltará
Jerusalém vai chorar ao olhar suas mãos
Certamente alguém cantará...

Baruch Haba b'shem Adonai... (Adonai)
Baruch Haba b'shem Adonai... (Adonai)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir