Vida cigana, banda de rock
Faz que me engana, muda o estoque
Ninguém segura, um mito escondido
Anos setenta, foi Woodstock

Sai dessa neura, sobe no Ibope
Cai na vida, com passagem de ida
Me conta a volta, que eu te conto a partida
Não tem tristeza, parto te amando

Dá o tom que saio solando
E por inteiro não pela metade

O que era sonha, virou realidade
A fantasia é mais que a verdade
Bate a foto, que a gente sorri
Ninguém vê o palhaço chorando

Dá o tom que saio solando
Muda o rumo, improvisa uma lei

Bobo da corte também vira rei
Com o poder da risada, chorei
Roupa suja se lava em casa
Só que a minha eu lavo na estrada

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir