Todos os loucos podem ser homens sãos
Tudo que é são pode enlouquecer
O certo de hoje não é o de amanhã
Quando a paixão faz perder a razão
Uma nova razão ainda está pra nascer
Paixão quando cisma, quer poder

Loucos
Não aceitam ordens
Convivem com a desordem
O caos é sua lei

Na língua dos loucos não se lê o que fala
E o que nela se cala tem algo a dizer
Na voz do louco o sim é o não
Quando a ilusão reinventa o que vê
A vida real é que deixa de ser
No sonho do louco o mundo vai e volta

Loucos
Não aceitam ordens
Convivem com a desordem
Os loucos não tem lei

As vozes da lua e as flores da noite
Fazem os doidos enlouquecer
Pra eles a lua é o sol

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Arnaldo Brandao / Tavinho Paes · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Wanderley
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.