Eu vou sair
Tá rolando uma festinha louca, 3 km daqui
Dorme bem que não tem nem perigo de eu te ligar
Hoje eu só paro de beber
Quando eu não tiver dando mais conta
Nem de conversar

Vou ficar com a primeira estranha
Que quiser, que topar
Vou abrir outra roupa
Beijar outra boca
Vou dormir com ela
Vou fazer amor
Como se fosse o último da vida dela

E mesmo que eu lembre da sua cara
E que eu escute o seu gemido
Não vai ser real
Não vai ser você que vai tá comigo
E mesmo que essa estranha só me use
Sem nenhuma intimidade
Quero ser objeto pra matar vontade
Só tem um detalhe
Quem é que vai dar vida pra esse personagem?
Porque ainda não tenho coragem

E eu vou ficar com a primeira estranha
Que quiser, que topar
Vou abrir outra roupa
Beijar outra boca
Vou dormir com ela
Vou fazer amor
Como se fosse o último da vida dela

E mesmo que eu lembre da sua cara
E que eu escute o seu gemido
Não vai ser real
Não vai ser você que vai tá comigo
E mesmo que essa estranha só me use
Sem nenhuma intimidade
Quero ser objeto pra matar vontade
Só tem um detalhe
Quem é que vai dar vida pra esse personagem?
Porque ainda não tenho coragem

E mesmo que eu lembre da sua cara
E que eu escute o seu gemido
Não vai ser real
Não vai ser você que vai tá comigo
E mesmo que essa estranha só me use
Sem nenhuma intimidade
Quero ser objeto pra matar vontade
Só tem um detalhe
Quem é que vai dar vida pra esse personagem?
Porque ainda não tenho coragem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Lari Ferreira. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Nexus. Legendado por Luis. Revisão por Henrique. Viu algum erro? Envie uma revisão.