Sob o céu desta Pátria querida
Mais cem anos de luta e labor
Cingem hoje o teu nome Guarulhos
Que se ergueu por seu próprio valor
Chaminés, como lanças erguidas
Nos apontam o caminho a seguir
Trabalhando, vencendo empecilhos
Desfraldando o pendão do porvir

Tuas praças são livros abertos
Onde lemos futuro e glória
Crispiniano e Bueno fulguram
Como vultos eternos na História
Que teu nome em mais um centenário
E na língua tupi proclamado
Seja um hino de paz, de esperança
Por teu povo feliz entoado

Pequenina nasceste, João Álvares
Jesuíta, benzeu-te com fé
Tu és hoje cidade progresso
Uma terra que vence de pé
Eia, pois, guarulhenses, avante
Com bravura na luta de Abril
Por São Paulo e por tudo o que é nosso
E, acima de tudo o Brasil!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir