Foto do artista Hinos de Cidades

Hino de Votória de Santo Antão

Hinos de Cidades


Vitória o nome teu somente encerra
O desejo maior que tem um povo
Quando eu ouço teu nome, oh minha terra!
Sinto as veias arfando um corpo novo.

Entre as tuas irmãs de maior glória
Apareces risonha e sobranceira.
Escrevendo um capítulo da história
De nossa amada terra brasileira.

No monte das Tabocas deu-te o norte
De Fernandes Vieira a grande fama
E o feito de Mariana, ingente e forte
Atende à voz da Pátria que lhe chama.

Os campos teus floridos azulados
Repetem pela aurora e no sol posto
O grito de teus filhos denodados
Que nos legaram o dia "3 de agosto".

E os filhos teus cantando noite e dia
Bem como outrora os bardos do tabor,
Vão levando braçados de alegria
Para enfeitar, Vitória, o teu valor.

E se um dia um rincão pernambucano
Precisar do meu sangue em teu favor
Darei altivo como um pelicano
E destemido como um lutador.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir