exibições 1.032

Vida de Cão/ Taça de Pranto (pot-pourri)

Hugo e Guilherme


Já faz tanto tempo, que tudo acabou
Mas meu coração com a solidão não se acostumou
Eu só penso nela, não tem solução
Saudade sufoca o dia inteiro

Quando chega a noite é um desespero
Não aguento mais oh vida de cão

Dê alguma coisa aí pra eu beber
Pois já não consigo me controlar
Esse amor passou todos os limites
Eu tô precisando desabafar

Dê alguma coisa aí pra eu beber
Não se preocupe se eu chorar
Tô apaixonado, desesperado
Vou ficar maluco se ela não voltar

A noite é tudo solidão em mim
Depois que o nosso amor chegou ao fim
Estrelas no céu não brilham mais
Sem você, ficou triste assim

Madrugada, neblina de saudade
Recordação, tristeza o peito invade
E nesse mundo de incerteza eu vou
Chorando a dor, lembrando amor
Que acabou

Saudade só judia
Madrugada, noite e dia
Sem a sua companhia
A vida não tem alegria

Coração no peito chora
Depois que ela foi embora
Deus, Nossa Senhora
Tá demais essa agonia

Quem vive de saudade
Perdeu a felicidade
Na escuridão da vida
Não, não tem claridade

Taça de pranto na mesa
Brindando com a tristeza
Deus quanta incerteza
Sozinho nessa cidade

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Jose Divino Neves / Pinochio. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog