Em nosso mental silêncio
Indivíduos controlados e com apatia
Rodando por este mundo tão injusto
Com uma olhada fria
E quem pensa e vê?

Aqueles que nos veem
E acham que seremos controlados e já destinados
Aqueles que nos intimidam
Acham que podem nos fazer manipulados

Não somos bonecos soltos
Seres tão manipulados
Não somos corpo de humanos robotizados
Não somos ideias corretas e sem erros
Como esse mundo de humanoides programados

E é um tempo novo
E tudo eterno e duradouro
Palpites de opinião comum
Somando um, mais um e um

Aqui parece tudo eficiente e inteligente
Ideias iguais e sem justificativa
Seria isso uma prova viva?
A toda desordem são indiferentes

Aqueles que nos veem
E acham que seremos controlados e já destinados
Aqueles que nos intimidam
Acham que podem nos fazer manipulados

Não somos bonecos soltos
Seres tão manipulados
Não somos corpo de humanos robotizados
Não somos ideias corretas e sem erros
Como esse mundo de humanoides programados

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Fabricio Balok / Franciéle Romero Machado / Juliano Cabral. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts