Você na cauda de um cometa
E eu aqui na minha velha canoa furada
Vendo navios passarem por mim
Você cada dia em um lugar novo
E eu aqui entre as quatro paredes do meu quarto
Com medo da vida lá fora

Eu não sei mais o que fazer
Não consigo esquecer
Acho que a distância é melhor pra mim

Seus olhos vêem portas abertas
E os meus só vêem uma janela para o passado
Que nada tem a me acrescentar
Suas pernas dão todo dia um passo
As minhas estão a somente um passo de atrofiar
Tão incapazes de andar

Eu não sei mais o que fazer...

Mas tem um fim
E isso não é exceção
Depois de tanto tempo
Tudo parece ser bem menor do que era antes

Eu não sabia o que fazer
Não conseguia esquecer
Acho que a distância era melhor pra mim

Mas dessa vez eu me enganei
E não percebi
Que em seu lugar iria fazer o mesmo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts